Herma de Arnaldo Rodrigues Bittencourt

Herma em bronze com h=80 cm do falecido Arnaldo Rodrigues Bittencourt. Instalada na praça do Boulevard – Centro de Barueri, sobre pedestal em granito negro com jardineiras e lance de escada no entorno, revestidos com placas de pedra Miracema.Texto da placa: Arnaldo Rodrigues Bittencourt 1924-1997 Vereador 1965/1969 e 1993/1997 Vice-prefeito 1969/1973 e 1977/1982 Prefeito 1969/1973 e 1977/1982

Pela autoridade com que administrou Barueri, como prefeito muito contribuiu para o desenvolvimento desta cidade tão amada por ele.

Situada próxima à Rodovia Castello Branco no acesso do Km 26 da entrada da cidade, a obra caracteriza-se pela robustez da insígnia BARUERI com letras de 3,00m de altura, em contraste com a esbeltez dos elementos verticais que compõem os pedestais que sustentam as duas figuras em bronze, num gesto de manifestar solidariedade: A de cima estendendo os braços em ajuda à de baixo.” Os elementos verticais de concreto na cor bege-travertino são também vertedouros dágua, sendo a insígnia formada por lascas sobrepostas de pedra-madeira. Dimensões da obra: c=13,40m x h=8,30m. Inaugurada em novembro de 1997 com a reurbanização da Rotatória de acesso à cidade na gestão do Prefeito Gilberto Macedo Gil Arantes.

Monumento à Solidariedade

Fonte Cunhatã

Obra de fluxo dágua abundante, localizada defronte ao Hospital-Maternidade, na Praça Lelita Bittencourt no centro da cidade. O artista expressa sua força no verso de sua autoria: “Barueri, terna denominação indígena de cuja raiz nosso município deriva seu nome (Flor Vermelha que Encanta) sua homenagem à mulher, fonte de vida e sublime criação divina.” O conjunto das três figuras representativas da plenitude da mulher (moça, gestante e mãe), encimadas sobre pedestais em concreto aparente com função hidráulica de vertedouros, foram executadas em técnica mista de basalto reconstituído e detalhe do cabelo (jeito indígena) em bronze, com alturas de 2,0 a 2,5m. Inaugurada em dezembro de 1996 com a reurbanização do Boulevard na gestão do Prefeito Rubens Furlan.

Na reurbanização deste espaço, o artista visou quebrar a aridez do concreto e asfalto que predominava naquela área central da cidade, através da distribuição equilibrada dos três elementos naturais: pedra, água e vegetação. Fonte formada por três conjuntos de tanques curvilíneos construídos em pedra-madeira, distribuídos ao redor da Rotatória com efeitos de espelhos e quedas dágua em vários níveis. Do tanque principal, a herma em bronze de Wagih Salles Nemer projeta-se sobre pedestal 2 metros acima do espelho dágua.No entorno um tapete de grama até o meio-fio, com três grupos de palmeiras jerivás distribuídos entre os tanques, passando ao observador maior naturalidade à paisagem. Texto da placa: “Praça Wagih Salles Nemer, Homenagem com a eterna gratidão do nosso povo.” Obra inaugurada no aniversário da cidade em 26 de março de 1998 (49º ano da Emancipação) na gestão do Prefeito Gilberto Macedo Gil Arantes.

Praça Wagih Salles Nemer

Praça Jubileu de Ouro

Localizada ao lado direito (sentido interior) do Km 26 da Rodovia Castello Branco, a praça foi dedicada ao cinqüentenário da emancipação do município. O tratamento paisagístico envolve Marco comemorativo em concreto aparente com 14m de altura elevando-se acima do nível da Rodovia, visível aos motoristas que transitam nos dois sentidos daquela estrada. O “design” do marco em asa-delta, com pórtico de abertura ogival identifica-se com a geometria dos arcos existentes no Boulevard do centro da cidade. No alto destaca-se a dupla insígnia BARUERI em aço inox escovado combinada com o emblema da prefeitura sobre baixo-relevo do concreto: 50 anos – 1949/1999. No entorno, um espelho e jorros dágua, uma passarela debaixo do pórtico por cima dágua, circundados por um canteiro com mureta de contenção construída com blocos de granito, configurando o contorno do município de Barueri. Inaugurada em 26 de março de 1999, aniversário da cidade na gestão do Prefeito Gilberto Macedo Gil Arantes.

Véus dágua caindo em cascata, despejando num tanque de contorno sinuoso. Uma empena esbelta formada por uma laje encurvada de cor bege-travertino, com esculturas de bronze fixadas sobre as suas duas faces da elevação vertical. De um lado, água fluindo de Mãos…de uma para outra mão… aparadas por outro par delas em forma de concha. A sensação é da intenção de ajuda mútua. Do outro lado, em alto-relevo, uma Família elevando-se sobre a configuração do município de Barueri. Conjunto de esculturas que presta homenagem à família barueriense conforme expressa o texto da placa comemorativa: “Instrui a criança no caminho em que deve andar e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Prov. 22:6). Com esta obra a Prefeitura Municipal de Barueri rende homenagem a todas as famílias originárias, emigrantes e migrantes do nosso município, que imbuídos de espírito cívico e comunitário têm contribuído tanto para o seu desenvolvimento, com elos que unam seu passado e o futuro. Obra inaugurada em dezembro de 1999 (ano do Cinqüentenário da Emancipação) com a reurbanização da Praça na gestão do Prefeito Gilberto Macedo Gil Arantes.

Monumento à Família

Herma de Yojiro Takaoka

Herma em bronze do Dr. Yojiro Takaoka com h=0,90m. Instalada na entrada de Alphaville sobre pedestal em concreto aparente.

Texto da placa: “Nenhum grande homem é substituível, alguém pode até assumir seu lugar, mas sempre haverá uma grande perda.”

Obra inaugurada em 1994.

Obra inaugurada em dezembro de 2000 na gestão do Prefeito Gilberto Macedo Gil Arantes, com a reurbanização da rotatória na confluência da Av. Exército Brasileiro com o Corredor Oeste. Esculturas em Bronze: Soldado com seu equipamento em franca postura de ação, encimado sobre pedestal, emblemas da Bandeira Nacional na esfera sobre losango ondulante (bandeira ao vento). Dimensões: Soldado h=2,5m / Esfera D=1,25m / tot. Obra h=7,5m. Texto da placa comemorativa: “Soldado brasileiro: Bravo, forte, honrado, destemido e solidário. Presença que tranqüiliza a nação.” “Orgulhosa homenagem da comunidade de Barueri ao glorioso Exército Brasileiro.” Obra tratada com revestimento de pedra-miracema com efeitos de água vertendo debaixo da bandeira e da parte frontal do pedestal.

Monumento ao Soldado

Fonte do Progresso

Na obra o artista procurou o equilíbrio dos três minerais (pedra, metal e água), e a presença vegetal através de plantas ornamentais. As esculturas de linhas puramente geométricas em bronze (esferas) e pedra artificial (concreto apicoado e escurecido), combinadas com o concreto liso-aparente das colunas, contrastam com a pedra-miracema talhada bruta utilizada no revestimento da Fonte, ganhando força na dinâmica do jogo dágua abundante formado pelas cascatas e jatos verticais. Evidencia-se nas esculturas a transição nos materiais utilizados, passando da pedra (semi-esfera inferior em concreto apicoado) para meia-pedra e meio-metal (esfera intermediária) terminando com metal por inteiro (esfera superior), numa conotação de Progressão Ascendente. Texto da placa comemorativa: “FONTE DO PROGRESSO: Com esta obra a prefeitura presta homenagem à dedicação dos seus cidadãos na participação do desenvolvimento deste município.” Esferas jorrando/ brindando água dentro de um cálice. Por debaixo do véu dágua a insígnia BARUERI.

Localizado no Corredor de Integração Oeste, no trevo de acesso ao Centro de Barueri, o monumento é originário do projeto vencedor do Concurso de Embelezamento Urbano promovido pela Prefeitura.

Torre com 25 metros de altura, artisticamente iluminada, à noite é visível a grandes distâncias.

Farol

Praça das Bandeiras

O amplo espaço no qual se situa a praça e o tema adotado pela Prefeitura, favoreceu uma solução horizontal de certa monumentalidade. A obra caracteriza-se pelo grande volume de água fluindo em véus e cascatas através de tanques em 3 níveis, que circundam os patamares onde se situam os mastros de 10m das bandeiras de 15 nações de maior representatividade para a comunidade do município. Na parte mais elevada destaca-se a Bandeira Nacional com mastro de 30m ladeada pelas bandeiras estadual e municipal com h=15m. Jardineiras intercalam os tanques dágua, proporcionando maior movimentação e leveza ao conjunto. O visual se completa com ampla rampa de acesso e prado de grama que circunda toda praça. Texto da placa: “Homenagem do Governo Municipal aos Imigrantes e às Empresas que ajudaram na construção de uma cidade melhor, mais moderna e humana.”

Inaugurada em janeiro de 2001 na gestão do Prefeito Gilberto Macedo Gil Arantes.

Obra localizada no Jardim dos Camargos, na confluência da Rua da Prata com a Avenida Pastor Sebastião Davino dos Reis, é uma homenagem ao pastor que lhe empresta o nome.

Fonte Pastor Sebastião Davino

Fonte da Concórdia

Segundo o artista, esta escultura representa “um aceno de solidariedade à vida.

O efeito pretendido é que o observador tenha a impressão de que todo o volume abundante de água que ele vê vertendo como um véu na frente da Insígnia BARUERI esteja fluindo todo da mão. Esse efeito foi obtido com o recurso da água adicional suprida por um tanque de acumulação que se soma à água que escorre da mão”.

A Praça dos Artistas, próxima a Praça das Bandeiras, na Vila Cretti, recebeu, no último semestre de 2004, a escultura intitulada “Viola”, obra do artista Aldemir Martins.

Viola